Notícia

Presidente da UGT-RJ recebe membro da UAW e reforça luta global pelos trabalhadores da Nissan


O Presidente da União Geral dos Trabalhadores no Estado do Rio de Janeiro (UGT-RJ), Nilson Costa Duarte, recebeu um dos dirigentes da United Auto Workers (UAW) no Brasil, Rafael Guerra, na sede da central sindical, na última quinta-feira (10). Nilson leu para os presentes uma carta da entidade internacional agradecendo os esforços da UGT na luta pelos direitos dos trabalhadores da Nissan do Mississippi (EUA), que sofrem perseguição e ações antissindicais da montadora.


“Esse tipo de tratamento com o trabalhador é surreal. É inadmissível que os Estados Unidos, um dos países mais respeitados do planeta, aceite esse tipo de conduta com seus trabalhadores. Parabéns para a UAW pela luta que vem fazendo”, afirmou Duarte.


"Devemos ajudar os trabalhadores americanos a ter voz dentro da fábrica", firma Nilson Duarte, presidente da UGT-RJ.


A atitude da Nissan, patrocinadora dos Jogos Rio 2016, é uma afronta ao código de conduta de patrocinadores das Olimpíadas. Entidades sindicais brasileiras pedem ao Comitê Olímpico que enfrente esse problema e exija da multinacional um plano de ação corretiva de aplicação imediata. “Estou comprometido a acompanhar de perto as respostas do embaixador do Comitê Rio 2016, Agemar Sanctos, sobre esse caso”, exaltou Nilson.


Para Rafael Guerra, é crucial o engajamento global dos sindicatos para que modelos de trabalho como o da Nissan no Mississippi cessem e não se alastrem por outros lugares. “As empresas são globais e o movimento sindical também precisa seguir esse caminho. Se não nos unirmos mundialmente, perderemos força. É preciso avançar e conseguir cada vez mais conquistas, garantindo direito ao trabalho digno em todo o mundo”, salientou.


O presidente da UGT-RJ afirmou ainda que não pretende parar até que a Nissan respeite os trabalhadores do Mississippi e que os brasileiros jamais deixarão que esse modelo norte-americano da Nissan chegue ao Brasil. “Nós, brasileiros, lutamos muito no passado para garantir os nosso direitos trabalhistas e devemos ajudar os trabalhadores americanos a terem voz dentro da fábrica”, concluiu Nilson Duarte.


Fonte: Rafael Messias - UAW


14/03/2016

TV UGT-RJ


Jornal UGT-RJ

Filie-se a UGT-RJ

Projeto Inclusão Digital

Cartilhas UGT-RJ


Visitantes

Contador de Acesso - Contador de visitas

Rádio Web Fire FM

Endereço: Rua Camerino, 128 7ºAndar, Centro - Rio de Janeiro, Cep: 20080-010

Telefone: (21) 2223-2656
Telefone: (21) 2223-7849
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados UGT RJ - União Geral dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro.