Notícia

Ugetistas do Rio dão suas contribuições para a conferência de gênero, raça e juventude


Com a participação de ugetistas de todo o país, entre eles do Estado do Rio de Janeiro, a União Geral dos Trabalhadores (UGT) encerrou, em Belo Horizonte, nesta terça-feira, 12, a IV Conferência Nacional de Gênero, Raça e Juventude.


Com uma comitiva de dirigentes e militantes sindicais, a UGT-RJ participou efetivamente do encontro com a apresentação de materiais informativos e propostas para a composição do documento final do encontro.


Em suas considerações finais, os secretários ugetistas da estadual Rio de Janeiro Ana Cristina dos Santos, da Diversidade Humana; Fátima Maria Conceição dos Santos, da Mulher; e Rafael Belmiro, da Juventude, apresentaram as contribuições de suas pastas.


“O Estado do Rio, como pioneiro nas políticas da Diversidade Humana, traz uma pauta que já está no planejamento estratégico da UGT que é a inclusão das cláusulas raciais nos acordos e convenções coletivas. As ações praticadas no Rio representam um modelo para a nacional, uma vez que as entidades filiadas à UGT-RJ cada vez mais colocam em prática a adoção de políticas de ações afirmativas no mundo do trabalho. Este é o nosso avanço!”, destaca a secretária da Diversidade.


Cidadania, ética e inovação


Para a Fátima Conceição, a contribuição da Secretaria da Mulher do Rio se dá a partir da apresentação dos últimos dados do Instituto de Segurança Pública relativos à violência contra a mulher no estado do Rio, condensados na cartilha ‘UGT-RJ contra a violência – 3ª Edição Atualizada’. “Os dados são crescentes e alarmantes e, por isso, precisamos fortalecer essa luta que não é apenas das mulheres, mas de toda a população brasileira”, alerta.


Representante do movimento da juventude do estado, o secretário Rafael Belmiro apresentou como ação prática a ‘Cartilha para Formação de Grêmios Escolares – Eu quero meu Grêmio’. “Acreditamos que só conseguiremos construir pautas políticas efetivas se tivermos ações práticas no movimento. Neste sentido, trouxemos a cartilha que, no Rio de Janeiro, está sendo apresentada em 75 escolas de ensinos fundamental e médio, em 5 municípios”, pontua Belmiro, acrescentando ainda que, no Rio, o movimento tem como proposta realizar ciclos de debates que têm como norte a construção de uma nova ética militante e de um novo agente de transformação em cima de valores como cidadania, ética e inovação, que são as palavras de ordem da UGT.


Participantes comentam o encontro


Presidente da estadual ugetista anfitriã da conferência, Paulo Roberto da Silva comentou o crescimento da UGT de Minas: “tivemos 30% de avanço depois que assumimos, há um ano”, destacou ele, sugerindo a todos a colocação em prática, em suas bases, de todo o conhecimento adquirido durante IV Conferência. “Sejam multiplicadores!”, enfatizou ele, convidando participantes para comentarem o encontro.


“Foi um momento de aprendizado sobre diversas categorias de trabalhadores, sobre os estudantes. Gostaria de pedir, em nome de todos que estão aqui, do Rio de Janeiro, que o próximo encontro seja no Rio – Isabel Cristina (UGT-RJ)


Declarando-se portador de HIV, Ronaldo Luiz da Cruz, de São Paulo, ratificou a fala de Isabel, revelando-se também surpreso e feliz por estar em um ambiente onde as pessoas se respeitavam. “Aqui ninguém me discriminou, me chamou de gay ou qualquer outra coisa”, concluiu.



Clique aqui para mais fotos...

13/04/2016

TV UGT-RJ


Jornal UGT-RJ

Filie-se a UGT-RJ

Projeto Inclusão Digital

Cartilhas UGT-RJ


Visitantes

Contador de Acesso - Contador de visitas

Rádio Web Fire FM

Endereço: Rua Camerino, 128 7ºAndar, Centro - Rio de Janeiro, Cep: 20080-010

Telefone: (21) 2223-2656
Telefone: (21) 2223-7849
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados UGT RJ - União Geral dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro.