Notícia

Metalúrgicos de Angra fecham Acordo 2016 com reajuste de 8,5%


Chegou ao final na manhã desta terça-feira,28, uma das mais longas negociações salariais do Sindicato dos Metalúrgicos de Angra dos Reis, onde depois de mais de 18 reuniões, duas audiências no Tribunal Regional do Trabalho e três dias de paralisação de greve, a categoria por unanimidade em assembleia aprovou a proposta encaminhada pela desembargadora a Exma. Juíza Dra. Ana Maria Soares.


A Diretoria do sindicato teve um papel fundamental ao entender o momento em que vive não só a empresa como todo o país e, de maneira madura e acima de tudo responsável, pode apresentar aquilo que com certeza poderia ser melhor, mas diante da conjuntura econômica, significa um verdadeiro avanço nas negociações salariais de todo país.


A direção do sindicato iniciou a assembleia, pedindo desculpas a todos os trabalhadores, trabalhadoras, comércio local, e aos familiares destes trabalhadores, por qualquer excesso que por ventura tenha sido cometido por algum membro da diretoria no curso do calor das discussões do acordo coletivo, e deixando claro que isso não representa a opinião e nem a concepção de trabalho desta atual gestão.


A proposta que foi apresentada e aprovada traz os seguintes números:


1º - Aumento de 8,5% nos salários retroativo a primeiro de Maio e com a diferença paga no adiantamento do 15 de julho;


2º- Ticket que saiu de R$335,00 e foi para R$ 400,00 um aumento que representou mais de 19%;


3º- A clausula do Bônus ficou garantida no acordo coletivo, e que será discutida na próxima obra que chegar ao estaleiro ainda este ano;


4º- Os TRÊS dias parados durante a greve, ficou acordado que a empresa vai abonar DOIS dias e um dia será compensado pelos trabalhadores;


As demais cláusulas do acordo coletivo que se referem a parte social, serão discutidas no decorrer do ano em reuniões que acontecerão mensalmente entre empresa e sindicato e a partir daí vão se ajustando de acordo com desejo do trabalhador.


Levando-se em conta as demais categorias que estão ainda em discussão de seus acordos coletivos pelo país, este sem dúvida alguma dentro do segmento da construção naval, representa um verdadeiro salto, pois informações dão conta que dê para o próximo mês de julho, possivelmente o único estaleiro que estrará com suas portas abertas e realizando obras, será o Brasfels.


“Para nossa diretoria, este processo foi longo, mas de grande aprendizado, pois é o nosso primeiro acordo coletivo e no momento onde muitos apostavam de que não tínhamos o apoio do trabalhador para adesão no processo de greve e depois o retorno aos trabalhos, demos a prova que fomos eleitos para representar a cada um do chão de fábrica e temos a verdadeira noção de nosso papel enquanto dirigentes sindicais. Agradeço o a confiança de toda minha diretoria, o apoio das centrais sindicais, da federação dos metalúrgicos, da câmara de vereadores, prefeitura, governo do estado, parlamentares, imprensa em geral e principalmente dos metalúrgicos e metalúrgicas seus familiares, temos a certeza de termos saído juntos deste processo mais fortalecidos, pois a vitória foi da categoria”, define Manoel Sales presidente do sindicato.


Fonte: Sindicato dos Metalúrgicos de Angra dos Reis


29/06/2016

TV UGT-RJ


Jornal UGT-RJ

Filie-se a UGT-RJ

Projeto Inclusão Digital

Cartilhas UGT-RJ


Visitantes

Contador de Acesso - Contador de visitas

Rádio Web Fire FM

Endereço: Rua Camerino, 128 7ºAndar, Centro - Rio de Janeiro, Cep: 20080-010

Telefone: (21) 2223-2656
Telefone: (21) 2223-7849
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados UGT RJ - União Geral dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro.