Notícia

Sindicato dos Comerciários de SP lança livro em comemoração aos 130 anos do Dia Internacional do Trabalhador


Com o apoio da União Geral dos Trabalhadores (UGT) e do Sindicato dos Comerciários de São Paulo, foi lançado, na noite de segunda-feira, 19, o livro "1º de Maio, sua imagem, seu significado, suas lutas", de José Luiz del Roio.


O evento, que aconteceu na sede do Sindicato dos Comerciários, contou com a presença do governador Geraldo Alckmin, do ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, de parlamentares e de representantes das centrais sindicais CUT, Força Sindical, CTB, Nova Central e CSB, que fortaleceram a unidade entre as entidades, o que sempre esteve presente nas lutas que envolvem a ampliação dos direitos trabalhistas.


O livro, que comemora 130 anos do 1º de Maio, cumpre um importante papel de guardar a memória do que é o Dia Internacional do Trabalhador e, principalmente, a relação do movimento sindical para o fortalecimento das relações trabalhistas. "As comemorações ao 1º de Maio surgiram nos Estados Unidos, depois de uma greve por melhores condições no trabalho e nós, brasileiros, ainda não tínhamos abolido a escravidão. Passados 130 anos, o movimento sindical americano vem ao Brasil pedir apoio para suas ações porque o setor patronal conseguiu enfraquecer a organização trabalhista naquele País, isso é motivo de orgulho para a nós e ao mesmo tempo de preocupação, para que não aconteça aqui o que hoje acontece lá", diz Ricardo Patah, presidente nacional da UGT.


Patah lembrou ainda que o lançamento do livro coincide com os 75 anos de fundação do Sindicato dos Comerciários de São Paulo. "Esta é uma data muito importante para os trabalhadores e trabalhadoras do comércio e para todo o movimento sindical, porque o sindicato nasceu para fortalecer e defender a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e hoje este livro faz um regate de toda essa história".


O governador Geraldo Alckmin observou como é fundamental a construção da memória das ações do movimento sindical, por meio da elaboração de um livro, que é um instrumento que fica para as próximas gerações saberem o que foi a luta de classes no início da organização trabalhista. "É uma honra participar deste evento histórico para o movimento sindical e para a classe trabalhadora".


Reforçando seu posicionamento de que direitos não se revoga, se aprimora, Ronaldo Nogueira, ministro do Trabalho prestigiou o lançamento do livro, fez uma visita ao prédio do Sindicato dos Comerciários e afirmou que a classe trabalhadora continuará com seus direitos adquiridos e terá avanços significativos ao longo dos anos. "Não mexermos em direitos adquiridos, como férias ou 13º, o ministério realiza um amplo debate com a classe trabalhadora, visitando sindicatos e conversando com as categorias e pedindo a participação de todos, pois o trabalhador será protagonista da construção de novos tempos".


Durante o evento, o ministro do Trabalho reiterou que não é a proposta do Governo tirar direito da classe trabalhadora, que o Ministério não ampliará jornada de trabalho e que é infundada a alegação de que os profissionais trabalharão 12 horas por dia ou 48 horas semanais. "A preocupação com o trabalhador é com a segurança jurídica e com a geração de emprego e renda. Nós vamos atualizar a legislação por meio da participação do movimento sindical".


20/09/2016

TV UGT-RJ


Jornal UGT-RJ

Filie-se a UGT-RJ

Projeto Inclusão Digital

Cartilhas UGT-RJ


Visitantes

Contador de Acesso - Contador de visitas

Rádio Web Fire FM

Endereço: Rua Camerino, 128 7ºAndar, Centro - Rio de Janeiro, Cep: 20080-010

Telefone: (21) 2223-2656
Telefone: (21) 2223-7849
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados UGT RJ - União Geral dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro.