Notícia

Taxa do IPCA-15 em 12 meses recua e fica abaixo de 8%


Resultado de novembro (0,26%) foi o menor para o mês desde 2007. Vários preços de alimentos tiveram queda, enquanto o etanol ficou mais caro


O Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) variou 0,26% neste mês, acima de outubro (0,19%), mas na menor taxa para novembro desde 2007. No ano, a taxa acumulada é de 6,38%, ante 9,42% em igual período de 2015. Em 12 meses, a "prévia" da inflação oficial atinge 7,64%, também menor que os 12 meses imediatamente anteriores (8,27%).


O grupo Alimentação e Bebidas voltou a cair (-0,06%), embora em ritmo menos intenso que em outubro (-0,25%). Segundo o IBGE, que divulgou os resultados na manhã de hoje (23), vários produtos ficaram mais baratos, com destaque para o leite longa vida – queda de 10,52%, o que representou impacto de -0,12 ponto percentual no resultado total. Também caíram os preços de feijão carioca (-11,84%), feijão mulatinho (-7,82%), tomate (-6,61%) e cenoura (-4,31%).


Entre os produtos que registraram alta, estão açúcar cristal (3,73%), pescados (3,91%), batata inglesa (3,26%), cerveja (2,36%) e carnes (1,43%).


Nos demais grupos, a maior variação foi a de Saúde e Cuidados Pessoais (0,68%), enquanto Vestuário ficou próximo da estabilidade (-0,03%).


Dos itens não alimentícios, o IBGE destaca o etanol, com alta de 7,29% e impacto de 0,07 ponto percentual no total do mês. O item multa subiu 23,72%, "reflexo do reajuste médio de 53% em vigor desde 1º de novembro", diz o instituto.


Também tiveram alta itens como seguro de veículo (2,61%). plano de saúde (1,07%), empregado doméstico(0,87%), mão de obra para pequenos reparos (0,87%), artigos de higiene pessoal (0,87%), emplacamento e licença (0,80%), cabeleireiro (0,67%) e gasolina (0,59%).


Entre as regiões, o índice mais alto foi o de Recife (0,55%), com alta de 4,11% no litro da gasolina. O menor foi apurado em Goiânia (-0,03%), com queda de 4,15% na energia elétrica. Em São Paulo, a variação foi de 0,29%. A taxa acumulada em 12 meses varia de 5,87% (Brasília) a 9,54% (Fortaleza).


O IPCA e o INPC deste mês serão divulgados em 9 de dezembro.

Fonte: Rede Brasil Atual


24/11/2016

TV UGT-RJ


Jornal UGT-RJ

Filie-se a UGT-RJ

Projeto Inclusão Digital

Cartilhas UGT-RJ


Visitantes

Contador de Acesso - Contador de visitas

Rádio Web Fire FM

Endereço: Rua Camerino, 128 7ºAndar, Centro - Rio de Janeiro, Cep: 20080-010

Telefone: (21) 2223-2656
Telefone: (21) 2223-7849
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados UGT RJ - União Geral dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro.