Notícia

Ministro e embaixador da Alemanha debatem proposta de modernização trabalhista


A modernização trabalhista e como ela irá proteger os trabalhadores e tornar o Brasil um país seguro aos empregadores foi o tema do encontro do ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, com o embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, nesta quarta-feira (8). O embaixador queria informações sobre o projeto de lei elaborado pelo governo, principalmente por causa das empresas alemãs com fábricas instaladas no país.


O ministro do Trabalho lembrou que a modernização está fixada em três eixos: consolidação de direitos, segurança jurídica e oportunidade de ocupação e renda para todos. “Os principais direitos adquiridos pelos trabalhadores estão na Constituição. São direitos como férias, 13º salário, vale-transporte, entre outros. Não vamos alterar isso. Não faremos nada que prejudique os trabalhadores. Pelo contrário”, reforçou o ministro.


Ronaldo Nogueira também afirmou ao embaixador alemão que a segurança jurídica às empresas é uma das prioridades da modernização. “A modernização vai permitir que nos acordos coletivos entre patrões e empregados se delibere sobre itens como banco de horas, intervalo de almoço e participação nos lucros. E esses acordos, depois de homologados pelo Ministério do Trabalho, ganharão força de lei, evitando interpretações diferentes mais tarde”, explicou.


Georg Witschel agradeceu a atenção do ministro e disse que irá encaminhar ao Ministério do Trabalho uma cópia da legislação trabalhista alemã. Ela é considerada uma das mais flexíveis da Europa e também uma das mais eficientes no combate o desemprego.


Fonte: Assessoria de Imprensa - MTE


09/02/2017

TV UGT-RJ


Jornal UGT-RJ

Filie-se a UGT-RJ

Projeto Inclusão Digital

Cartilhas UGT-RJ


Visitantes

Contador de Acesso - Contador de visitas

Rádio Web Fire FM

Endereço: Rua Camerino, 128 7ºAndar, Centro - Rio de Janeiro, Cep: 20080-010

Telefone: (21) 2223-2656
Telefone: (21) 2223-7849
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados UGT RJ - União Geral dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro.