Notícia

Paim destaca livro sobre impactos das reformas trabalhista e da Previdência


O senador Paulo Paim (PT-RS) destacou em Plenário, nesta sexta-feira (2), o lançamento nesta semana do livro O dragão debaixo da cama - Impacto das reformas na vida dos brasileiros, organizado por ele.


A obra, explicou Paim, traz o pensamento de homens e mulheres que buscam justiça e oportunidades iguais para todos. Segundo o senador, as reformas da Previdência e trabalhista propostas pelo governo só enxergam números.


— O governo federal, ao capitanear as reformas previdenciária e trabalhista, usa e abusa de argumentação técnica, mas ignora que atrás de números e gráficos existem vidas. Quando eu olho para a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), eu olho para o social. Quando eu olho para a nossa previdência, eu olho para quê? Para a previdência social e o nosso sistema de seguridade social — disse.


O senador Paulo Paim criticou o modo de tramitação do projeto da Reforma Trabalhista (PLC 38/2017) no Senado, sem que o texto receba qualquer tipo de emenda para eliminar os pontos considerados mais lesivos para os trabalhadores. No Plenário ele observou que a matéria tende a ser aprovada como veio da Câmara dos Deputados, onde foram alterados 117 dispositivos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Disse que o relatório do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) apenas recomenda ao presidente Michel Temer vetar os pontos mais críticos, a exemplo da regra que autoriza mulheres grávidas e lactantes a trabalharem em locais insalubres.


— Só que eu insisto: quem tem que retirar [esses pontos] do projeto são os senadores, aqui na Casa que é revisora, e não carimbadora, senão nós vamos transformar o Congresso em Casa unicameral, em que a Câmara vota e remete para o presidente, e ele veta o que bem entender — criticou.


A seguir, Paim manifestou solidariedade aos gaúchos de localidades atingidas nos últimos dias por fortes chuvas, além de manifestar pesar pela morte de dois internos de asilo de idosos na cidade de Vacaria, em decorrência de incêndio de grande proporção. Ao noticiar o caso, Paim observou que outro incêndio já havia ocorrido no asilo dois meses antes. Aproveitou para apelar para que prefeituras, dando cumprimento ao Estatuto dos Idosos, aprovem os fundos especificamente previstos para financiar ações de apoio e proteção aos idosos.


Fonte: Agência Senado


02/06/2017

TV UGT-RJ


Jornal UGT-RJ

Filie-se a UGT-RJ

Projeto Inclusão Digital

Cartilhas UGT-RJ


Visitantes

Contador de Acesso - Contador de visitas

Rádio Web Fire FM

Endereço: Rua Camerino, 128 7ºAndar, Centro - Rio de Janeiro, Cep: 20080-010

Telefone: (21) 2223-2656
Telefone: (21) 2223-7849
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados UGT RJ - União Geral dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro.