Notícia

II Seminário da UGT-SP aborda rumos da ação sindical diante da Reforma Trabalhista


Evento teve como objetivo discutir ações e preparar as entidades sindicais filiadas às mudanças na legislação, que entrarão em vigor em novembro


Dirigentes e funcionários das entidades sindicais filiadas à União Geral dos Trabalhadores – Estadual São Paulo (UGT-SP), lotaram o auditório do Centro de Lazer dos Comerciários do Estado de São Paulo, em Praia Grande/SP, nos dias 24 e 25 de agosto, para participar do II Seminário da UGT-SP, que teve como objetivo debater a lei da Reforma Trabalhista (Lei nº 13.467/2017) e definir ações sindicais diante da nova legislação, que entrará em vigor em novembro.


O presidente da Federação dos Empregados em Turismo e Hospitalidade do Estado de São Paulo – FETHESP e secretário de Finanças da UGT-SP, Rogério Gomes, que foi um dos coordenadores do evento, falou na abertura. “O movimento sindical precisa mudar. Temos que ter inteligência e sabedoria de enxergar que essa reforma já foi aprovada e é uma realidade. Em novembro, todos nós vamos ter que nos submeter ao que está posto”, afirmou. “A central estadual traz esse evento para discutir de que forma nós vamos atuar a partir de agora e quais estratégias políticas nós podemos adotar em conjunto para continuar a nossa luta sindical”, acrescentou.


O presidente da Federação dos Comerciários do Estado de São Paulo – FECOMERCIÁRIOS e da UGT-SP, Luiz Carlos Motta, abriu o seminário apresentando vídeo institucional com o balanço das ações da central estadual até o presente momento. Na sequência, o economista e diretor do Instituto UGT, Roberto Nolasco, deu início aos trabalhos falando sobre o tema “Introdução e dinâmica a ser adotada e alguns comentários acerca da Lei nº 13.467/2017 e sua aprovação”.


Também falaram sobre o tema o advogado trabalhista, Hermano Moura, que esclareceu dúvidas dos participantes a respeito da nova legislação, e a consultora em Recursos Humanos e em planejamento estratégico, Helen Silvestre, que falou sobre o impacto da reforma nas entidades sindicais, apresentando dados da PNAD/IBGE 2015 (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), sobre sindicalização e relações do trabalho.


Já na sexta-feira, 25, foi a vez de o assessor sindical, João Guilherme Vargas Neto, abordar o tema “Resistir e reagir aos impactos da reforma trabalhista” e, por fim, o presidente nacional da União Geral dos Trabalhadores, Ricardo Patah, encerrou o seminário informando aos participantes sobre o andamento da construção da Medida Provisória, cuja edição pelo governo é esperada para regulamentar diversos assuntos controversos que constam do texto da Lei nº 13.467, sancionada pelo presidente Michel Temer no dia 13 de julho.


Fonte: Imprensa Fethesp


29/08/2017

TV UGT-RJ


Jornal UGT-RJ

Filie-se a UGT-RJ

Projeto Inclusão Digital

Cartilhas UGT-RJ


Visitantes

Contador de Acesso - Contador de visitas

Rádio Web Fire FM

Endereço: Rua Camerino, 128 7ºAndar, Centro - Rio de Janeiro, Cep: 20080-010

Telefone: (21) 2223-2656
Telefone: (21) 2223-7849
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados UGT RJ - União Geral dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro.