Notícia

Diversidade Humana da UGT repudia a portaria da escravidão


A Secretaria da Diversidade Humana da UGT não poderia deixar de manifestar seu repúdio diante desta portaria de número 1.129/2017 publicada pelo governo Federal que retira da definição brasileira os conceitos de condição degradante e jornada exaustiva, dificultando a fiscalização e a punição de empresas flagradas com mão de obra escrava ou condições análogas.


A falta de sensibilidade deste governo para com a classe trabalhadora, vem se superando a cada medida, decreto ou legislação. Primeiro veio a lei da terceirização, depois a reforma trabalhista e agora essa portaria, que marca um gigantesco retrocesso na luta em defesa da dignidade humana. Não podemos nos calar diante de mais esta arbitrariedade. Como dizia o dramaturgo alemão Bertolt Brecht: “Ou a gente grita, ou virão nos buscar, porque não há ninguém que grite por nós”.


Ana Cristina dos Santos Duarte


Secretaria para Assuntos da Diversidade Humana da UGT


23/10/2017

TV UGT-RJ


Jornal UGT-RJ

Filie-se a UGT-RJ

Projeto Inclusão Digital

Cartilhas UGT-RJ


Visitantes

Contador de Acesso - Contador de visitas

Rádio Web Fire FM

Endereço: Rua Camerino, 128 7ºAndar, Centro - Rio de Janeiro, Cep: 20080-010

Telefone: (21) 2223-2656
Telefone: (21) 2223-7849
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados UGT RJ - União Geral dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro.