Notícia

Ugetistas do Rio participam do Dia Nacional de Protestos


A União Geral dos Trabalhadores do Rio (UGT-RJ) marcou presença na manifestação contra as reformas do governo Temer, realizada na tarde da última sexta-feira, 10, na Candelária, Centro do Rio. Convocado pelas centrais, o Dia Nacional de Protestos Lutas e Paralisações contou com a adesão de trabalhadores e servidores públicos que, horas antes, haviam realizado protesto em frente à sede da Prefeitura do Rio contra a venda da Cedae, em defesa do SUS (Sistema Único de Saúde) e contra as reformas trabalhista e previdenciária. O ato contou, ainda, com grande participação feminina, da juventude, de estudantes, políticos e representantes dos movimentos sociais.


Por nenhum direito a menos, todos propuserem, em seus discursos, a união de trabalhadores e servidores públicos para a grande batalha que se acirra com a entrada em vigor, no sábado, 11, da Lei da Reforma Sindical. "Este é o último dia da CLT", diziam os manifestantes, muitos criticando a inoperância da Justiça, a venda das empresas públicas às grandes corporações internacionais, o retrocesso na Legislação Trabalhista. "É preciso resgatar a soberania do país. Pela liberdade, nenhum direito a menos", reivindicavam.


Presidente do Sindicato da Construção Civil de Duque de Caxias (Siticommm) e diretor ugetista, Josimar Campos de Souza (Mazinho) reforçou a necessidade de lutar contra o ataque aos direitos do trabalhador. “Não podemos deixar morrer nossos sonhos”, afirmou ele, referindo-se às conquistas obtidas e o sonho de melhores dias, condições de vida e trabalho.


“Fomos traídos e precisamos de vocês, trabalhadores, para fazer essa reviravolta. Por isso, temos que unir todas as forças”, afirmou o presidente do Sindicato dos Securitários, Adolfo Lima.


Representando a mulher gari, a ugetista Celina Conceição criticou a política implementada pelo atual governo. “Este país é forte, esta política que está neste momento é uma política de destruição. Contudo, nós trabalhadoras e trabalhadores, que construímos esse país, temos condições de reconstruir”, afirmou ela.


O ato seguiu até a Câmara Municipal, na Cinelândia, tendo com palavras de ordem o “Fora Temer”.


13/11/2017

TV UGT-RJ


Jornal UGT-RJ

Filie-se a UGT-RJ

Projeto Inclusão Digital

Cartilhas UGT-RJ


Visitantes

Contador de Acesso - Contador de visitas

Rádio Web Fire FM

Endereço: Rua Camerino, 128 7ºAndar, Centro - Rio de Janeiro, Cep: 20080-010

Telefone: (21) 2223-2656
Telefone: (21) 2223-7849
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados UGT RJ - União Geral dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro.