Notícia

Abono do PIS será pago na próxima quinta-feira


Saque será liberado para nascidos em janeiro e fevereiro. Prazo vai até 29 de junho


Rio - Os trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro começam a receber na próxima quinta-feira o abono salarial do PIS-Pasep referente ao ano base 2016, calendário 2017-2018. Ao todo, 3.494.140 de pessoas têm direito a retirar R$ 2,48 bilhões. O valor do abono varia de R$ 79,50 a R$ 954, dependendo do tempo em que o empregado trabalhou formalmente em 2016. Pessoal da iniciativa privada recebe o dinheiro na Caixa Econômica Federal (PIS), e os servidores públicos, sacam no Banco do Brasil (Pasep). Quem tem conta individual na Caixa com saldo acima de R$ 1 vai ter o crédito automático já a partir de hoje.


Para saber o valor e se tem direito ao benefício, o trabalhador pode fazer a consulta no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site da Caixa (www.caixa.gov.br/PIS) ou pelo Atendimento Caixa ao Cidadão: 0800 726 0207.


Quem for sacar o abono precisa apresentar um documento de identificação e o número do PIS-Pasep. Os nascidos em março e abril vão receber o abono do PIS a partir de 22 de fevereiro deste ano. E os que fazem aniversário em maio e junho podem retirar os recursos a partir de 15 de março.


Já os pagamentos de servidores públicos, inclusive militares, que têm direito a receber o Pasep, também começarão na quinta-feira para quem tem final de inscrição 5. As de números 6 e 7 serão pagas em 22 de fevereiro e quem tem o final de matrícula 8 e 9 receberá no dia 15 de março.


Em todos os casos, tanto PIS quanto Pasep, os beneficiários poderão sacar os recursos até o dia 29 de junho deste ano. Caso não façam a retirada até a data limite, os recursos retornam para o Fundo de Amparo do Trabalhador (FAT), que é mantido com contribuição das empresas e seus recursos pagam os abonos do PIS-Pasep e o seguro-desemprego.


Quem tem direito


Tem direito ao abono o trabalhador que recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2016. É preciso estar inscrito no PIS-Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2016.


Mais de 150 mil não sacam


Mais de 150 mil pessoas deixaram de sacar o abono do PIS ano-base 2015 no Rio de Janeiro. De 2.145.324 trabalhadores que tinham direito a receber o abono, 1.994.892 receberam o benefício, que correspondeu a R$ 1.398.026.387,89. Os recursos que não foram retirados até o dia 28 de dezembro, quando acabou o prazo para retirada, voltaram para o Fundo de Amparo do Trabalhador (FAT).


Em todo país, de acordo com o Ministério do Trabalho, 22,9 milhões de pessoas sacaram o abono. Esse número equivale a 94,36% de trabalhadores com direito ao benefício. Cada trabalhador recebeu entre R$ 79 a R$ 937, dependendo do tempo trabalhado formalmente em 2015. No total, foram pagos mais de R$ 16 bilhões para beneficiários de todo o Brasil.


O Nordeste foi a região com maior taxa de cobertura para pagamento. O percentual de trabalhadores com direito ao abono salarial que sacaram o benefício chegou a 97,13%.


Fonte: O Dia


Data: 17/01/2018

TV UGT-RJ


Jornal UGT-RJ

Filie-se a UGT-RJ

Projeto Inclusão Digital

Cartilhas UGT-RJ


Visitantes

Contador de Acesso - Contador de visitas

Rádio Web Fire FM

Endereço: Rua Camerino, 128 7ºAndar, Centro - Rio de Janeiro, Cep: 20080-010

Telefone: (21) 2223-2656
Telefone: (21) 2223-7849
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados UGT RJ - União Geral dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro.