Notícia

Trabalho intermitente contrata 6 mil e ‘acordos’ demitem 7 mil


Criado com a “reforma” da legislação trabalhista e apresentado como uma das “soluções” para o desemprego, o trabalho intermitente teve 2.851 admitidos e 277 dispensados apenas em dezembro. Incluído em novembro, quando a Lei 13.467 entrou em vigor, são 5.971 admitidos e 330 dispensados, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pelo Ministério do Trabalho, como parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).


Conforme matéria publicada no site Rede Brasil Atual, enquanto o trabalho intermitente, que sindicalistas chamam de “legalização do bico”, não chegou a criar 6 mil empregos temporários em novembro e dezembro e já dispensou 300, os “acordos” entre patrão e empregado para dispensa do trabalhador somaram perto de 7 mil (6.696) nesses dois meses. Essa modalidade, também prevista na reforma, permite a dispensa por comum acordo, em que o trabalhador abre mão de parte de suas verbas rescisórias.


O país fechou 2017 com menos 20.832 postos formais de trabalho, redução de 0,05% no estoque, segundo dados do Caged. Embora em ritmo menor, é o terceiro ano negativo. O estoque de empregos com carteira é agora de 38,3 milhões.


Fonte: Monitor Mercantil


Data: 29/01/2018

TV UGT-RJ


Jornal UGT-RJ

Filie-se a UGT-RJ

Projeto Inclusão Digital

Cartilhas UGT-RJ


Visitantes

Contador de Acesso - Contador de visitas

Rádio Web Fire FM

Endereço: Rua Camerino, 128 7ºAndar, Centro - Rio de Janeiro, Cep: 20080-010

Telefone: (21) 2223-2656
Telefone: (21) 2223-7849
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados UGT RJ - União Geral dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro.