Notícia

Paim lamenta cortes em programas sociais e diz que governo não tem projeto de nação


Em pronunciamento nesta sexta-feira (1º), o senador Paulo Paim (PT-RS) disse lamentar que o governo tenha optado por cortar investimentos em saúde, educação e programas sociais para bancar o desconto de R$ 0,46 no preço do diesel, uma das reivindicações dos caminhoneiros que paralisaram o país por vários dias.


Para o senador, a greve dos caminhoneiros demonstrou mais uma vez que o país está sem governo e evidenciou o equívoco com a aprovação da Emenda Constitucional 95, que limita por 20 anos os gastospúblicos.


- Quando outras alternativas viáveis poderiam ser apresentadas, nenhuma delas ele teve coragem de apresentar, até porque apresentou aquela tal de PEC 95, congelando todos os investimentos – criticou.


Para Paulo Paim, está mais que comprovado que o impeachment da presidente Dilma Rousseff foi um equívoco como solução para a crise.


— Insisti muito. Dizia que a história iria mostrar o equívoco de olharem como única saída o afastamento da presidente Dilma – e nós fomos aqui totalmente contra – e apontávamos que era muito melhor irmos para as eleições gerais. Encaminhamos, inclusive, se não me engano, com 36 ou 37 assinaturas aquela PEC, propondo a antecipação das eleições, porque não há projeto nenhum de nação neste governo – disse o senador.


Fonte: Agência Senado


Data: 04/06/2018

TV UGT-RJ


Jornal UGT-RJ

Filie-se a UGT-RJ

Projeto Inclusão Digital

Cartilhas UGT-RJ


Visitantes

Contador de Acesso - Contador de visitas

Rádio Web Fire FM

Endereço: Rua Camerino, 128 7ºAndar, Centro - Rio de Janeiro, Cep: 20080-010

Telefone: (21) 2223-2656
Telefone: (21) 2223-7849
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados UGT RJ - União Geral dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro.