Notícia

Lindbergh diz que Brasil está na lista suja da OIT por causa da reforma trabalhista


O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) atribuiu à reforma trabalhista a decisão da Organização Internacional do Trabalho de incluir o Brasil na lista de países que desrespeitam regras internacionais de proteção do trabalho.


Segundo ele, além dos casos de trabalho escravo, a decisão da OIT foi causada pelas mudanças feitas na CLT e pelo enfraquecimento da liberdade sindical.


Lindbergh Farias citou como exemplo da precarização das relações trabalhistas o trabalho intermitente, no qual a pessoa recebe apenas pelas horas trabalhadas, que, segundo ele, reduz a renda do trabalhador.


O senador disse que o atual governo põe na conta do trabalhador o ajuste fiscal e a redução do valor do diesel.


Neste último caso, ele explicou que, para baixar em R$ 0,46 o preço do combustível, o governo cortou parte do orçamento destinado às ações de assistência social.


— Por que não tirar dos bancos? Numa crise econômica como essa, os lucros dos bancos aumentaram. Por que não acabar com a isenção que foi dada para as petroleiras? Mas, não... Quando eu digo que esse sistema está podre, eu estou convencido de que a maioria dos senadores e deputados está junto desse governo do Temer para massacrar o povo trabalhador brasileiro.


Lindbergh anunciou, ainda, que na sexta-feira (8) será lançada a pré-candidatura de Lula à presidência da República.


Fonte: Agência Senado


Data: 10/06/2018

TV UGT-RJ


Jornal UGT-RJ

Filie-se a UGT-RJ

Projeto Inclusão Digital

Cartilhas UGT-RJ


Visitantes

Contador de Acesso - Contador de visitas

Rádio Web Fire FM

Endereço: Rua Camerino, 128 7ºAndar, Centro - Rio de Janeiro, Cep: 20080-010

Telefone: (21) 2223-2656
Telefone: (21) 2223-7849
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados UGT RJ - União Geral dos Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro.